Equipe Motorrad-Tests.de

Cinco pessoas que amam motocicletas e as testam para você e escrevem sobre elas.


Dietmar

Strunzmöller
Revendedores / Cooperações / Testes
Drives GSX e R 1150 e R 1200 R e X8. Vem de Hamburgo, mas prefere viver nas montanhas - por causa das curvas, do clima e da boa comida. Gosta de falar e muito e, portanto, é constantemente colocado na frente da câmera. Você pode pedir a ele às 3:00 da noite para um pequeno passeio no Elba - ele está garantido para andar junto. Banco de dados de bicicletas móveis em 2 pernas.

dietmar@motorradtest.de

Markus

Alkofer "Alki" de Mäck
Editor / Bike-Tester
Como um bávaro experiente, ele conhece todas as passagens alpinas e agora também está procurando rotas atraentes no extremo norte. Ele prefere andar de bicicleta de aventura e gosta de brincar com elas. Primeira motocicleta: Suzuki GS 40 X - claro que ainda está em laranja gritando em uma de suas muitas e muito bem abastecidas garagens.

markus@motorradtest.de

Stephan

"O Inferno" Hellmund
Imprensa e Fabricantes / Editor
Ducatista e motorista de scooter. Burns Alpine passa em cerca de 10% do tempo de outros motociclistas. O único jornalista da nossa equipe. É por isso que ele tem toda a papelada na mesa. Vive em um piso de fábrica estendido com paredes de 10 metros de altura. As reuniões de equipe, portanto, gostam de estar com ele, também por causa da comida marcada.

stephan@motorradtest.de

Volker

"Mopeten-Kabinett" Kehmann
Editor / Bike-Tester
De longe, o membro mais bizarro da equipe. Tem cerca de 20 ciclomotores, um novo é adicionado a cada semana. Mas também Harley e Moto Guzzi. Quanto mais velho, melhor. Volker se sente mais confortável com cascas de ovos e óculos de aviador em sua bicicleta no Elba. Uma vez por ano Volker cruza os Alpes com um NSU ou Simson com um deslocamento máximo de 50cc.

volker@motorradtest.de

Chris

Clussinger
Desenvolvedor / Tecnologia / Web
O técnico da nossa equipe. Vive em Berlim e programa tudo no chão, que não está às 3 na árvore - e.B. também neste site. Anteriormente SR 500 e XJ 600. Chegou à Yamaha por acaso. O traficante estava por perto e precisava de uma bicicleta. Então vá lá, dê conselhos e compre alguma coisa. Já estava no Nordkapp com sua RS.

chris@motorradtest.de